Dicas

Zuckerberg segue uma regra sempre que contrata funcionários para o Facebook

Uma das pessoas que foi muito bem no teste é Sheryl Sandberg, diretora de operações da empresa  

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O co-fundador e CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, construiu a empresa do zero. Hoje, a rede social possui um valor de mercado de US$ 481 bilhões e cerca de 1,52 bilhão de usuários diários. 

Uma das regras mais importantes para criar uma empresa de sucesso é contratar as pessoas certas. O Facebook tem quase 36 mil funcionários, de acordo com o site. E Zuckerberg já revelou como escolhe os profissionais da sua equipe.

“Eu só contrato alguém para trabalhar para mim se julgar que trabalharia para essa pessoa. É um teste muito bom, e acho que essa regra vem dando certo”, afirmou o CEO em um evento em Barcelona alguns anos atrás. Ou seja, ele procura pessoas cujos valores se alinhem aos da empresa – e não apenas capacidade técnica. 

PUBLICIDADE

Invista seu dinheiro na sua carreira. Abra uma conta na XP – é de graça. 

Uma das pessoas que foi muito bem no teste é Sheryl Sandberg, diretora de operações da empresa, que Zuckerberg escolheu pessoalmente para a função.
Quando foi perguntado sobre como é trabalhar com a executiva, ele disse que a considerava uma mentora e alguém que foi fundamental na construção do Facebook com uma “organização saudável”.  

Na época, ele ainda revelou uma outra dica que o ajudou a chegar e manter o sucesso do Facebook. “O mais importante é manter uma equipe competente e o mais enxuta possível e ter confiança em si mesmo. Quando você é jovem, ouve que não sabe fazer o que é preciso, que há pessoas com muito mais experiência. Comecei o Facebook quando tinha 19 anos – é possível”, disse.  

Outras dicas 

Outros executivos do Facebook também ofereceram ideias adicionais na estratégia de contratação do Facebook. Jay Parikh, vice-presidente de engenharia, disse em um artigo da Harvard Business Review que o Facebook também considera as habilidades de trabalho em equipe dos candidatos. A partir disso, uma pergunta é crucial: “Você sabe me dizer quatro pessoas cujas carreiras você melhorou fundamentalmente?”.

Parikh disse que “os candidatos aprovados devem demonstrar claramente que suas prioridades são empresa, a equipe e depois a carreira pessoal – nessa ordem”, segundo o site.